Cristina Amorim

……………… Economia e Gestão do setor Saúde ………………

Arquivo para a tag “médico”

Análise de conflitos entre Médicos e Enfermeiras

Gênero, Representação Simbólica e Origem Social nos Conflitos entre Médicos e Enfermeiras

Por Ítala Maria Bazzarelli e Maria Cristina Sanches Amorim

Os conflitos entre enfermeiras e médicos nos hospitais são fontes de sofrimento para ambas as profissões. Conflitos são característicos de quaisquer organizações capitalistas, mas assumem peculiaridade nos ambientes hospitalares. O artigo avalia as origens e formas assumidas pelo conflito, em hospitais públicos e privados, na perspectiva da teoria política. A pesquisa (qualitativa) partiu de dois pressupostos — a existência do conflito e o entendimento deste como disputa pelo poder. Por meio de entrevistas e questionários levantamos elementos sobre as escolhas das profissões de enfermeira e médico e do padrão de relacionamento entre ambos. A análise das entrevistas mostra que as representações simbólicas das profissões, as diferenças de gênero e de origem social fazem parte da origem dos conflitos e estão na genealogia das disputas pelo poder.
> Continue a leitura: clique e baixe o artigo completo em PDF.

(Artigo publicado originalmente na Revista Psicologia Política, Jan-Jun 2010)

Anúncios

Pagamento por performance em hospitais

O pagamento de profissionais da saúde por desempenho – ou, por performance – tem sido discutido em vários fóruns setoriais. Apresento minhas modestas contribuições ao debate.

– O tema é debatido há muito, desde o alvorecer da revolução industrial, ainda que com outros nomes. Há vasta literatura sobre os prós e contra do instrumento, o nome do debate é sistemas de recompensas.

– Quem se aventurar pelo mundo das ciências políticas, sugiro ler o genial Michel Foucault, na edição brasileira “Microfísica do poder”, mais facilmente encontrada em sebos. O leitor imediatamente estabelecerá as relações entre o vigiar e punir foucaultianos e os sistemas de remuneração por desempenho. Quem preferir indicação de leitura desse ano, sugiro “The death and life of great american school system”, de Diane Ravich, publicado pela Basic Books, Nova York. A autora, professora da Universidade de Nova York e conselheira do secretário de educação dos EUA no governo de Bush (o pai) faz reflexões sobre o sistema de educação, mas ainda assim, contribui para as discussões no setor saúde.

– O mais importante na discussão sobre é que os sistemas de remuneração (ou recompensa) por desempenho podem funcionar pra valer, assim, tudo quanto não for alvo do controle e das recompensas deixa de operar.

Navegação de Posts